Sistemas de monitoramento e segurança electrónica

Na área de sistemas de monitoramento e segurança electrónica, CCTV é o acrónimo usado para Circuito Fechado de TV, que se originou no acrónimo em inglês para o mesmo serviço, CCTV (Circuito Fechado de Televisão).

Mas, na prática, o que é CCTV? A TV em circuito fechado nada mais é do que um sistema de monitoramento interno, realizado através de câmaras distribuídas e conectadas a um sistema central, que disponibiliza as imagens através de monitores e também grava esses registos.

O CCTV é usado principalmente para monitoramento e vigilância, com o objetivo de registrar incidentes de segurança, vandalismo, comportamento inadequado e várias outras ocorrências. No entanto, também tem sido amplamente utilizado para outros fins, como monitoramento de estradas, meio ambiente, comportamento, segurança no trabalho, entre outros.

As principais vantagens

Através do uso de CCTV, é possível que uma equipe de segurança monitore em tempo real e até remotamente o que está a acontecer em cada ambiente, 24 horas por dia, e tome as acções necessárias quando qualquer anormalidade for detectada.

Além disso, permite que as imagens gravadas possam ser analisadas posteriormente, ajudando a identificar suspeitos e até mesmo sendo usadas como evidência em processos judiciais.

Outra vantagem é que a presença de um sistema de CCTV, principalmente devido às câmaras, inibe a acção de criminosos e pessoas mal-intencionadas, pois fica claro que tudo o que está sendo feito naquele ambiente está sendo monitorado e registrado.

Sistema Analógico x Sistema Digital

Para entender bem o CCTV, é importante conhecer a diferença entre os dois tipos de sistema utilizados, analógico e digital.

Os sistemas analógicos são usados ​​desde o início e nele as câmaras analógicas são conectadas aos dispositivos centrais (DVR) por cabos coaxiais e as imagens são exibidas em monitores específicos.

Com o sistema digital, a qualidade da imagem é muito maior, porque são usadas câmaras com tecnologia IP, que são conectadas através de cabos UTP (cabo de rede) ao terminal central (NVR), que no final pode disponibilizar as imagens remotamente, por meio de monitores HD e até mesmo através de telemóveis e tablets.

Os sistemas analógicos ainda são os mais utilizados devido ao legado construído nas últimas décadas e, principalmente, pelo seu menor custo, mas mantendo uma qualidade aceitável.

Por outro lado, o equipamento digital costuma ser mais caro, mas a qualidade dos detalhes das imagens é muito maior e essa tem sido a tendência do mercado actual e futuro.

Equipamento principal
Resumidamente, podemos dizer que um sistema de CCTV é composto por 3 elementos:

1. EQUIPAMENTO DE IMAGEM E ÁUDIO
Responsável por capturar as imagens e, em alguns casos, os sons do ambiente, aqui entram em ação as câmeras e microfones.

Existem vários tipos de câmaras analógicas e digitais no mercado, cada uma adequada para cada ambiente e situação. Eles são diferenciados pelo escopo, qualidade da imagem, manipulação, aparência e vários outros recursos que detalharemos em um artigo específico.

2. CABO
Câmaras e sistemas de controle são conectados via cabos. Os sistemas analógicos usam cabos coaxiais enquanto os sistemas digitais usam cabos de rede UTP, os mesmos usados ​​para computadores. Em casos específicos, a fibra óptica também pode ser usada para sistemas digitais.

3. EQUIPAMENTO DE GESTÃO E ARMAZENAMENTO
Este é o equipamento que centralizará as imagens recebidas pelas várias câmaras, disponibilizará para os monitores e outros dispositivos de acesso e gravará as informações para referência futura.

No caso de sistemas analógicos, o dispositivo usado é o DVR (Gravador de Vídeo Digital), que, por padrão, funciona apenas com imagens enviadas por câmaras analógicas. O NVR (gravador de vídeo em rede) é usado em sistemas digitais, com imagens via IP. O meio termo são os HVRs, gravadores de vídeo híbridos, que têm a capacidade de trabalhar de maneira híbrida com os dois tipos de câmara.

Esperamos que, com essas informações, tenha sido possível entender pelo menos o básico sobre o que é CCTV e sua importância para a segurança electrónica. Continue navegando em nosso site e saiba mais sobre os equipamentos DVR, NVR e HVR, os principais tipos de câmaras e os melhores cursos de treinamento na área.



Deixe uma resposta

5 − 2 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.